O Quarteto Fantástico

-- Deixe um comentário

Hoje pela manhã estava divagando sobre vários assuntos e lembrei de uma brincadeira de um colega da empresa, onde ele chamou a equipe em que trabalho de Quarteto Fantástico (The Fantastic Four) e isso me fez pensar a respeito… e concordar com ele.

Pensando nas adaptações dos personagens aos membros da equipe cheguei a seguinte adaptação (que explicarei mais à baixo):

Primeiramente preciso pedir desculpas ao meu chefe, pois acabou ficando como mulher invisível devido aos seus super-poderes.

Sorry Boss

Agora vamos aos detalhes, o porque das escolhas dos personagens.

“O Coisa”:

O Coisa possui uma brutalidade junto a sua força, velocidade, resistência e longevidade muito além das limitações humanas. Ele pode realizar grande esforço por durante um dia inteiro antes de se cansar significativamente. É tido como o mais áspero dentre seus companheiros, tem humor ácido e muitas vezes é rabugento. Mas apesar disso tem um grande coração. Além disto este integrante na nossa equipe tem ainda outros super-poderes, são eles: grande conhecimento em segurança e táticas hackers, a ética com que utiliza seus conhecimento e seu foco nas atividades que desempenha. Na equipe ele é conhecido como “Gigio”

Este é o Giovanni (O Especialista em segurança);

O Coisa

“Senhor Fantástico”:

Seu corpo é dotado de uma incrível (e sobre-humana) flexibilidade, podendo se esticar ou contrair da forma que quiser. Por causa dessa “elasticidade” ele também pode resistir a tiros, quedas e outros tipos de impacto, os quais absorve se esticando, pode fazer com que o ataque do inimigo volte contra ele mesmo. Na nossa equipe ele se desdobra entre várias atividades e entre os gritos de socorro de vários setores da empresa e por isso o chamamos de “Sonic”, é uma peça fundamental na equipe, e sem ele muitas vezes não conseguimos fazer nada de nossas tarefas devido as constantes interrupções dos necessitados de ajuda.

Este é o Lucas (O senhor das mil atividades);

Senhor Fantástico

“Mulher Invisível”:

Pode tornar-se total ou parcialmente invisível de acordo com sua vontade e necessidade. Também pode tornar as outras pessoas ou objetos invisíveis. Mentalmente também pode gerar um campo de força pisciônico, aparentemente invisível traçada a partir de hiperespaço, que manipula para uma série de efeitos. Mas comumente, gera campos de força invisíveis quase indestrutíveis em torno de si mesma ou de outros alvos. Este é nosso chefe, que muitas vezes consegue parecer invisível permitindo que cada um da equipe receba os méritos pelos esforços realizados e pelos resultados, mas quando necessário utiliza seus campos de força para proteger a equipe e permitir que se concentrem em suas atividades e possam derrotar os todos os problemas que nos assolam. Também conhecido como “Boss”

Este é o Emerson (O Boss, tão tão poderoso);

Mulher Invisível

“Tocha humana”:

Em consequência da exposição aos raios cósmicos que sofreu durante um vôo espacial, adquiriu o poder de envolver seu corpo em chamas (geralmente grita a frase “Em chamas!”). Com o corpo nesse estado ele é capaz de voar, disparar chamas e absorver energia do calor. Mostra-se o mais impetuoso do grupo, com um comportamento às vezes fútil ou mesmo infantil. Muitas vezes isso se demonstra nas brincadeiras que faz, geralmente tendo o Coisa como vítima. Eu diria que este é o integrante que tem menos a ver com o seu referente da equipe, que neste caso sou eu. Mas con relação às brincadeiras com o Coisa, esta parte é verdade…

Este sou eu (O cara da nuvem);

Tocha humana


Esta é a nossa equipe, e seus super-poderes…

E pode ter certeza, se mexer com um, se prepare pra guerra…